FANDOM


Freljord (pronunciado "Freil-yord") é uma nação localizada na região norte de Valoran. As Tribos Avarosianas formaram o Reino de Freljord e são o principal órgão de governo desta terra. Freljord está atualmente em uma guerra civil entre as tribos Garras do Inverno e os Praeglacius.

Os mais antigos habitantes de Freljord também dizem que os Glacinatas foram originados aqui.

Lore

"Freljord; lar para alguns e o túmulo para muitos outros. Incontáveis tribos disputaram pelo direito de governar estas terras por milênios – todos falharam. Agora finalmente, três grandes lideres emergiram para reunir as tribos menores diante de suas bandeiras. As tempestades de guerra cobrirão os céus quando seus caminhos se cruzarem, mas quando a batalha terminar as pessoas descobrirão a única tribo que restará e reinará estas terras.”

Lugares

Freljord é um lugar inesquecível. Montanhas cobertas de gelo e também lugar de fortes tempestades de neve. Viajar por este lugar, especialmente no inverno, pode ser muito perigoso. As condições atmosféricas muitas vezes atrapalha até aqueles que passaram suas vidas inteiras lá. Apenas uma tempestade excede os encontrados em Freljord: o Vórtex Gélido - um redemoinho gelado que circula o hemisfério norte de Runeterra.

Existem atualmente 8 areas conhecidas de Freljord:

  • Rakelstake - um dia foi apenas uma pequena vila onde a tribo dos Dervixes de Gelo viviam. Hoje é a capital.
  • O Vórtex Gélido - um grande conjunto de montanhas poderosas localizadas no norte de Freljord.
  • A Vila dos Ursines - encontrado logo depois do Redemoinho Gélido.
  • As Montanhas Ironspike - um conjunto de montanhas que formam um trecho que parte do norte de Noxus até a parte mais distante de Freljord. Foi o local onde Anivia escolheu para ser sua casa.
  • A Geleira Avarosiana - algum lugar no meio do redemoinho gélido e as Montanhas Ironspike.
  • O Howling Abyss - um local histórico onde os Glacinatas esmagaram seus inimigos.
  • Lokfar - a península onde o Viking, Olaf, vive, localizado no norte do território de Sejuani.
  • A Cidadela dos Praeglacius - local onde Lissandra e os Pragelacius mantém os artefatos, tesouros e recordações antigas da historia de Freljord. As Células Fera foi onde Nunu encontrou Willump e libertou-o.

Cultura

Os Freljordianos foram, no passado, um povo conhecido como Glacinatas (uma raça que até então achava-se que estivesse extinta). Com “A Guerra das Três Irmãs” a região foi divida em 3 grandes tribos nômades: a Tribo da Arqueira de Gelo, a Tribo dos Dervixes de Gelo e a Tribo da Garra do Inverno, agora conhecidas como Os Avarosianos, Os Praeglacius e A Garra do Inverno respectivamente. As tribos são atualmente governadas pelas 3 princesas: Ashe, a Arqueira de Gelo, Lissandra, a Bruxa Gélida e Sejuani, a Fúria do Inverno.

Freljord Avarosan Icon
“É nosso dever falar de união aqui nas ruínas de nosso passado. Hoje o nosso povo está dividido, separado por divergências do passado. Irmãos e irmãs, nosso inimigo não' é nosso vizinho, nosso inimigo é uma terra sem lei e uma longa noite de inverno, é a fome, pobreza, desespero e caos. Olhe a seu redor, esses monumentos de uma era passada, cada um deles mais velho e grandioso do que qualquer coisa feita por nossas mãos são o trabalho de uma Freljord unida, uma terra fraturada que podemos reparar. Dessas ruínas podemos fazer surgir uma grande nação, somos o povo de Freljord e está terra pertence a todos nós.”
Ashe

Freljord Winters Claw Icon
“Eles imploram por piedade ao ouvir nossos tambores, mas os lobos não devem consideração a suas presas. Não plantamos sementes em solo arado assim como os Avarosianos. Não fazemos vigília sob as ruínas assim como os Praeglacius. Não temos pena dos fracos pois coragem é a verdadeira salvação de Freljord. Nós somos o grito de guerra no vento! Nós somos a força das montanhas! Nós somos as garras do inverno!

Freljord Frostguard Icon
“Somos os escolhidos, destinados a receber o dom dos observadores. Nossa fé é testada por um frio imperdoável e um inverno interminável. Uma provação que separa os dignos dos não dignos, erradicando a duvida e deixando a pureza. Os outros lutam como crianças abandonadas, trelas intermináveis que não resultarão em nada no fim. Nós temos propósito, preparar esta terra para novos mestres. Os observadores retornam, nossa ascendência se aproxima!”

Facções

Freljord se tornou uma terra com conflitos intermináveis desde que “A Guerra das Três Irmãs” começou. Mesmo que Freljord já tenha um soberano, os líderes tribais ainda lutam por ela trazendo junto suas tribos.

  • Os Avarosianos são aqueles que são leais a Rainha Ashe. Enquanto as outras brigam, Ashe trabalha dia e noite para estabelecer uma aliança em toda a Freljord. Por ela sempre optar por modos pacíficos, ela tem um grande e poderoso exército fiel. Campeões aliados a ela são: Anivia, Braum, Gragas, Nunu] e Tryndamere.
  • A Garra do Inverno é a tribo que é reinada pela feroz Sejuani. Sejuani deseja conquistar Freljord por força absoluta. Em sua convicção, ela vê Freljord um lugar onde só os mais fortes devem e merecem prosperar. Quando ela invade, seus fortes guerreiros destroem as pequenas vilas deixando os seus habitantes sem suprimentos para viver. Seus aliados são Olaf, Volibear e Udyr.
  • Os Praeglacius habitam diante do inverno eterno, em meio as profundas ruínas da antiga Freljord. Eles obedecem a sua líder, Lissandra. Isolados de todo o mundo externo de Freljord, os Pragelacius guardam e preservam toda a cultura arcaica de Freljord. O mundo esqueceu do terrível inimigo que reinava estas terras há muito tempo e foram jogados nas profundezas de Howling Abyss depois de uma longa e brutal batalha. E agora, enquanto eles estão dormindo, Lissandra trabalha para que que os grandes mestres voltem para a glória. Somente os trolls e seu rei, Trundle, se aliaram a ela.

Demografia

Há uma cidade conhecida como Rakelstake em Freljord, que foi habitada pela Tribo dos Dervixes de Gelo. Acredita-se que a cidade agora serve como capital para as cidade-estado unidas.

Relações

  • Com Noxus, Freljord tem conflitos com Noxus, especialmente a população bárbara do norte.
  • Com Demacia, e com as outras pessoas, Freljord tem um histórico de conflitos, embora longe de ser tão grave como o conflito entre Noxus e as tribos bárbaras do Norte. Ambos Ashe e Tryndamere têm sido altamente críticos sobre a neutralidade de Demacia durante as Campanhas de Pacificação Bárbara de Noxus. Na verdade, Demacia tinha sido muito protetora de seu território, afastando os refugiados durante os episódios mais sangrentos das Campanhas. Da mesma forma, herdades do norte de Demacia eram muitas vezes alvo de invasão de bárbaros. Ambos os governos têm uma grande quantidade de trabalho diplomático à frente deles antes que eles possam preencher a lacuna que se estende por décadas de desconfiança.

História

"Howling Abyss, uma fenda sem fim, cercado por uma fortaleza antiga escupida em uma geleira.

Ninguém se lembra de quem construiu esse lugar, ninguém sabe o seu propósito... Ninguém, além de mim. Muito antes de Ashe e Sejuani, antes que a magia estilhaçasse os cumes quebrados, antes de o deserto engolir Xurima, era o tempo de três irmãs. Eramos muito jovens Avarosa, Seriuda e eu, Lissandra. Naquela época, os observadores gélidos viviam aqui, eu não sei de onde eles vieram, mas sei que eram poderosos. Eles nos deram presentes, compartilharam sua magia e nos tornaram imortais. E assim, nos chamaram de Glacinatas. Em retribuição lhes davamos o que desejavam: essa imponente fortaleza, um império vasto, nossa lealdade. Era um preço pequeno a se pagar. Avarosa não via dessa forma, assim como uma criança mimada, ela ansiava por liberdade, exigiu escolhas. Semeou a semente de rebelião e traição. Foi aqui que aconteceu, de um lado, os observadores gélidos, de outro, Avarosa e sua horda de Glacinatas. Muito dos quais morreram naquele dia, mas fizeram sucumbir os observadores. Avarosa os conduziu ao Abismo uivando.

Eu nunca a perdoei... e tive minha vingança, mas esta é outra história."

As Três Irmãs e os Observadores Gélidos

Freljord já foi governada por humanos. Eles eram liderados pelas 3 irmãs: Avarosa, Serylda e Lissandra. Os Observadores Gélidos apareceram para elas oferecendo-as presentes como magias e imortalidade em troca de seus serviços e lealdade. Elas serviram os Observadores de bom grado, assim ganhando um enorme império e uma grande fortaleza que se encontra acima do Howling Abyss. Após um tempo, Lissandra secretamente se tornou a investigadora e a voz dos Observadores, traindo assim suas irmãs em troca de mais poder. Os seus servos foram transformados em armas e passaram a ser chamados de Glacinatas.

O Último Confronto na Ponte

Quando Avarosa descobriu, juntou-se a sua horda de Glacinatas, convencendo-os de se virarem contra o seu real mestre. Eles então lutaram contra os Observadores na ponte que corta o Howling Abyss. Muitos Glacinatas morreram, mas no fim os Observadores foram jogados aos gritos ao abismo, dando assim o nome ao lugar. Um Glacinata teria que ser escolhido para guardar o lugar e avisar a todos caso os Observadores voltem; Avarosa congelou todo o corpo de Greyor para que ele morresse e então seu espírito guardasse o local por toda a eternidade, tocando o berrante caso os mestres voltem.

Morte de Avarosa

Lissandra arquitetou a morte de sua irmã Avarosa, a verdadeira Rainha de Freljord, embora o que aconteceu é conhecido apenas pela Bruxa Gélida. Ela foi enterrada debaixo de um monte de pedras com seu verdadeiro arco de gelo. O túmulo foi marcado com uma única runa: Avarosa. Este túmulo e seu legado viria a ser descoberto por seu antepassado e iria desempenhar um papel muito importante na formação da atual Freljord.

História esquecida e a corrupção dos Praeglacius

Mesmo depois de sua derrota, Lissandra continuou fiel aos Observadores. Em preparação para seu retorno, Lissandra passou centenas de anos distribuindo todo o seu conhecimento sobre seus mestres para seus seguidores para todos eles obedecerem as suas ordens e, secretamente, formou a Tribo dos Praeglacius para servi-la e servir às suas ordens.

O Domador de Yeti

Os Praeglacius têm uma fauna de animais selvagens de Freljord. A peça central de sua coleção foi o Yeti: uma criatura incomum com qualidades místicas e uma força física bruta. Como um ajudante, o domador de féras, Nunu, fez amizade com o Yeti, chamado Willump. Ele secretamente ajudou seu novo amigo a recuperar uma boa saúde. Um dia, ele encontrou gaiola do Yeti quebrada, com apenas um desenho rude dentro, sinalizando de despedida do Yeti. Sem hesitar, Nunu correu para o deserto em busca de seu amigo. Quando Nunu o achou, Willump estava encurralado pelos Praeglacius. Nunu atirou-se para ajudar o Yeti. Quando o chicote foi levantado contra Nunu, o Yeti se encheu de fúria. O Yeti deixou o homem sangrando na neve e o restante dos Praeglacius fugiram. Com um caminho sem volta, Nunu juntou-se a Willump em sua grande fuga.

A Herdeira Escolhida de Avarosa

Um das líderes das três tribos que controlavam a região, a Princesa Mauvole dos Praeglacius, foi encontrada morta em seus aposentos na cidade de Rakelstake. Os médicos da tribo deram a morte como causa natural para que, claramente, a princesa Lissandra assumisse o seu trono e o título de Dervixe de Gelo. O primeiro ato da princesa Lissandra depois de ser coroada foi jurar lealdade a outra das Três Princesa: Ashe, dos Avarosianos. No seu discurso de coroação, Lissandra falou sobre unir todo o povo de Freljord em um só, jurando uma única bandeira. As palavras de Lissandra foram convincentes e toda sua tribo recebeu a Rainha Ashe de braços abertos com a finalidade de tornar Freljord em uma só. Porém, a terceira princesa negou se unir as outras duas. Sejuani se isolou com sua tribo, o que despertou a atenção das outras, que acreditavam que ela estava secretamente se preparando para uma guerra.

Aliança com os Bárbaros do Norte

Semanas se passaram e um certo dia a modesta população de Freljord foi surpreendida por centenas de bárbaros junto de seu rei, Tryndamere, que vieram jurar respeito e lealdade a Rainha Ashe. Ashe foi até o encontro de Tryndamere onde o convidou para um jantar real junto com a princesa Lissandra. O que ninguém sabia, é que a chegada dos bárbaros foi um convite da rainha Ashe a Tryndamere para eles se juntarem na intenção de prevenir da Princesa Sejuani tomar qualquer decisão em prol de guerra. Após um tempo ficou claro para todos que a visita de Tryndamere não foi de livre e espontânea vontade, mas para uma negociação de vantagem mutua. Após semanas de encontros e discussões, Ashe aceitou a oferta de Tryndamere para unir forças com os bárbaros. Sua decisão foi recebida com apoio retumbante pelos membros da Arqueira Gélida e as Tribos do Dervixe de Gelo.

A Nova Rainha e Rei são coroados

Imediatamente após essa aliança, as tribos unidas elegeram Ashe como a Rainha de Freljord. Ashe foi a primeira princesa a chegar ao trono desde que “A Guerra das Três Irmãs” dividiu o povo. De acordo com as tradições Freljordianas, a rainha tem que escolher um homem pra ser seu rei e juntos reinarem Freljord lado a lado. A rainha Ashe então escolheu Tryndamere, solidificando ainda mais sua aliança com a tribo dos bárbaros. Para justificar a sua escolha, Ashe constou que as suas ações foram feitas seguidos pela necessidade de seu povo, e não pelo o que seu coração mandava. Posteriormente a Rainha Ashe ofereceu a Princesa Sejuani um lugar no Conselho Real Consultivo de Freljord. Sejuani então emergiu de seu isolamento para responder que nunca aceitaria Ashe e nenhuma outra pessoa que contribuísse com a perversão de sua cultura. Porém suas palavras não ecoaram para todos de sua tribo. Centenas de soldados da Garra do Inverno fugiram para Rakelstake para aceitar Ashe como sua rainha. Hordas de bárbaros migraram para suas novas casas, muitos vieram só para ver a segunda coroação de seu rei. Tryndamere deu boas vindas ao seu povo com um discurso inspirador, começando dizendo que eles finalmente tem uma voz em Valoran e que agora eles seriam vistos como sempre deveriam ter sido: como orgulhosos nobres guerreiros.

A Guerra vem para Freljord

Em seu ultimo renascimento, Anivia testemunhou a ascensão de uma Freljord pacifica e unida. Ela guardou suas terras com orgulho enquanto eles prosperavam, mas ela sabia que tamanha bondade não duraria para sempre. A grande tribo partiria-se em três e após uma perturbação, o povo entraria em guerra novamente. Enquanto ela se esforçava para acalmar o tumulto que começara a tomar conta de sua casa, Anivia começou a sentir a presença de uma grande ameaça: uma força maligna transformou a magia limpa pura em gelo corrupto e negro. A criofênix precisava agir. Anivia então foi de encontro a Ashe para oferecer-lhe ajuda contra o real mal que estava por vir.

Visões do Vórtex

Antes da ascensão como o chefe solitário do Ursine, Volibear foi o reverenciado xamã da tribo. Ele viu que a paz tinha feito o seu povo mole e fraco, esquecendo a arte sagrada da guerra. Ele sentiu que o fogo de suas almas logo foi diminuindo. Volibear disse ao triunvirato de líderes de seus receios, mas ele foi ignorado. Buscando a sabedoria, ele foi para o topo da sua montanha sagrada, um lugar envolto pelo Vórtex Gélido. O turbilhão é dito ser mágico, e ele era a pessoa que escolhia o cacique do Ursine. Após alcançar o cume, um relâmpago golpeou-o e quando acordou viu uma visão da Ursine sendo impiedosamente abatidos por monstros de gelo. Quando a visão terminou, ele correu para a tribo, e lá os chefes preparavam uma emboscada para ele. Eles lutaram contra o Ursine e, antes de Volibear cair, ele invocou o poder do turbilhão e os derrotou. Devido a isso, o triunvirato apontou-o como o novo chefe. Ele imediatamente começou a despertar sua tribo da complacência, reviveu suas tradições endurecidas pela batalha, e, finalmente, forjou sua aliança com Sejuani, o guerreiro que iria lutar com eles contra a vinda do mal.

O Herói de Freljord

Para mais detalhes, veja: Os Feitos de Braum

Os picos gelados de Freljord têm por séculos punido os fracos. Mas estas terras glaciais temidas sediam os túmulos dos frágeis; para os poderosos, a terra é um berço, um lugar que eleva meros homens fortes em verdadeiros campeões. A história de Braum começou aqui, e como a sua força e coragem cresceu, também fez sua lenda. Hoje, seus feitos inspiram todos a partir do mais pobre dos camponeses até o mais feroz dos atacantes. E enquanto se prepara para suportar o seu escudo para a batalha, mais uma vez, ele vai saber que ele carrega as esperanças e adoração do povo do Freljord com ele.

A Guerra Civil

Para mais detalhes, veja: Batalha por Freljord

Sejuani então sorrateiramente invade as terras de Ashe iniciando uma guerra civil para definir de uma vez por todas quem governará Freljord. Porém sem o conhecimento de ninguém, Lissandra vinha secretamente preparando sua tribo para o retorno dos Observadores. Ela traiu Ashe e revelou sua verdadeira identidade: A Bruxa Gélida. Agora com A Guerra Entre as Três Princesas acontecendo novamente, apenas uma sairá vitoriosa desse conflito.

Curiosidades

  • O nome Freljord é a junção de duas palavras alemãs/escandinavas.
    • "Frel" significa livre, descoberto ou vazio.
    • "Jord" significa Terra.
    • A tradução literal seria "Terra Vazia", terra inóspita, que descreve perfeitamente Freljord.
  • A história da Freljord é fortemente destaque no Jornal da Justiça Volumes 2 ao 5. Ele narra a coroação de Ashe e Tryndamere como Rainha e Rei de Freljord e a história da área.
  • Os 'Avarosianos" foram nomeados depois da antiga e mais venerada Rainha de Freljord, Avarosa, a Arqueira Gélida.
  • O nome das três irmãs lendárias são Avarosa, Serylda e Lissandra.
    • A Lissandra das três irmãs é agora a Bruxa Gélida que se esconde por trás da identidade da atual Lissandra, a Dervixe de Gelo. Ela, portanto, tem uma antiga relação com Ashe e Sejuani
  • O Malho Congelado, Chifre do Guardião, Manopla dos Glacinatas, Asserção da Rainha Gélida e Armaguarda da Caçadora são artefatos dos Glacinatas.
  • O Gelo Verdadeiro é um fenômeno que existe apenas nas profundezas mais frias de Freljord. Uma matéria mágica tão fria que nunca pode derreter, mestres ferreiros conseguiram criar essa substância estranha em poderosas armas e armaduras.
    • O arco da Ashe, o escudo de Braum, a boladeira de Sejuani, e o porrete, chamado Boneshiver, de Trundle, são feitos de Gelo Verdadeiro. Gragas usa Gelo Verdadeiro em suas fermentações.
  • Batalha por Freljord é um evento no jogo entre as três líderes Freljordianas, Ashe, Sejuani e Lissandra.
    • Gnar viveu na Antiga Freljord quando os Observadores Gélidos atacaram sua área.
    • Bardo poderia ter intervindo na batalha dos Observadores e dos Glacinatas.

Categoria:Lugares

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.